Produtores da região do Alto Douro Vinhateiro fizeram-se representar pela Douro Generation – Associação de Desenvolvimento e a Rede de Aldeias Vinhateiras do Douro, na Feira Internacional da Agricultura 2018 de Paris – Expo Porte de Versailles, Grupo 2, de 28 de fevereiro a 4 de março.

A iniciativa decorreu no âmbito do projecto “Douro em Movimento Aldeias com Vida”, financiado pelo Programa Norte 2020.

Pela primeira vez, a Feira Internacional de Agricultura, que vai já na 55º. edição, apresentou um stand totalmente dedicado aos vinhos e licores dos países CPLP. Aproveitando a novidade, a Douro Generation e a Rede de Aldeias Vinhateiras juntam-se ao núcleo de França da CE- CPLP e levaram a Paris uma amostra dos produtos da Região do Alto Douro Vinhateiro, marcando presença no Grupo 2 do evento, entre os dias 28 de Fevereiro e 4 março.

Segundo dados da organização do evento, os consumidores de vinho franceses estão à procura de produtos novos e de boa qualidade. A Comitiva do Douro apresentou alguns vinhos DOC Douro, Porto e Moscatel, e levou na “bagagem” outros produtos de destaque na região como o azeite, compotas e frutos secos. Alguns destes produtos pertencem a pequenos produtores da região, que procuram principalmente entrar no mercado gourmet francês.

Tendo ainda em conta o crescente interesse dos franceses pelo enoturismo, levamos também a região, a gastronomia, a hotelaria e os serviços da região através do nosso quiosque interactivo, onde exibimos a Plataforma Douro Mágico 360, na língua francesa, sendo que muitas pessoas que visitaram o nosso espaço diziam conhecer pouco ou desconhecer a região e produtos do Douro.

A participação na Feira Internacional de Agricultura de Paris teve como objectivos compreender melhor o mercado francês e identificar potenciais parceiros e distribuidores para os associados, fazer conhecer os produtos da região através da apresentação e degustação, bem como a partilha de experiências num evento que juntou mais de 900 expositores, provenientes de 22 países, e contou com a participação de cerca 600 mil visitantes, 2400 jornalistas, 12 mil visitantes profissionais e 55 visitas oficiais.

Stand CE – CPLP

Fruto de contactos resultantes da participação no Fórum da União de Exportadores da CPLP, que decorreu nos dias 23 e 23 de Setembro de 2017, em Vila Real, a Douro Generation e as Aldeias Vinhateiras do Douro foram incitadas pela Confederação Empresarial a participar na Feira de Agricultura de Paris, onde os mesmos marcaram presença com um stand próprio.

Aceitamos o desafio, juntando-nos ao espaço CE – CPLP dedicado aos vinhos e produtos artesanais, stand que partilhamos com o Brasil e que recebeu a visita de centenas de pessoas, muitos jovens franceses, portugueses emigrados na França e também alguns profissionais e importadores.

Foi possível constatar que os jovens franceses estão à procura de descobrir outros vinhos que gostariam de encontrar em França e registamos mesmo que, em termos de faixa etária, foram os jovens os que mais nos visitaram e provaram os vinhos e produtos do Douro.

No que respeita à panóplia de produtos apresentados, destaca-se que:

 – O Vinho Biológico (Montel) foi bastante apreciado por todos os visitantes no geral, tendo surgido alguns contactos específicos para este vinho, nomeadamente de importadores de África e uma Casa de Restauração e produtos portugueses na França.

Porque distribuímos os cartões-de-visita, o produtor informou-nos que recebeu desde logo outros contactos via email, inclusive encomendas a nível internacional e mesmo nacional, fruto da divulgação realizada;

– O Vinho do Porto e Digestivos (Quevedo e Fernão Magalhães) registaram uma procura significativa pelos visitantes em geral, que gostariam de ter encontrado na feira quantidades para compra;

 – Os vinhos DOC Douro (Quinta da Fonte do Milho, Eça Wine e Pedro Milanos) foram considerados muito bons, embora fortes.

– O azeite e os frutos secos da região (Quinta Fonte do Milho, Estacão e Sabores em Desalinho) são produtos com potencial para o mercado francês e mercado da saudade;

 – As compotas (Estacão e Doces da Tia Gina) foram o tipo de produto menos apreciado e procurado, quem as provava referia serem demasiado doces.

O nosso espaço, foi visitado por um grande número de portugueses emigrantes, o que nos permitiu perceber que os produtos do Douro em geral têm muito espaço para conquistar no mercado francês, nomeadamente no chamado “mercado da saudade”.

Outro facto a destacar, tem a ver com as sucessivas perguntas sobre a possibilidade de encomenda dos produtos através da internet. Neste contexto foi possível divulgar a plataforma Douro Mágico 360, que disponibiliza loja ecommerce, além de informação sobre a região, produtos, serviços e hotelaria.

Os representantes da CE-CPLP que nos acompanharam na iniciativa, ouviram algumas críticas da nossa parte relativamente ao aspecto pouco atractivo do Stand, bem como à dinâmica pouco visível do espaço, bem como ausência de reuniões B2B organizadas. Reconheceram, tendo também em conta outras iniciativas da Douro Generation e Aldeias Vinhateiras, que temos mais e melhor experiência neste campo, pelo que solicitaram o nosso apoio na organização da participação da CE – CPLP nas próximas edições da Feira de Agricultura de Paris, quer em termos do espaço/Stand e mesmo através da participação de produtores da região do Douro.

Concluímos que a Feira Internacional de Agricultura de Paris é um evento que recomendamos aos produtores Douro Mágico 360, em especial no caso dos produtores de vinhos, azeites e frutos secos, pois contempla a venda direta. É um evento de referência em Paris que regista a entrada de milhares de visitantes, que têm como objectivo adquirir produtos na hora, muitas vezes em quantidade. Este facto permite gerar negócio imediato, no entanto existe também a possibilidade de troca de contactos com importadores e outros profissionais.